Belo Horizonte, 16 de dezembro de 2018.
Principal / Carteirada
Por Laura Capriglione
Carteirada
Documento que permite pagar 50% do ingresso em shows e cinemas é emitido sem exigência de comprovante de matrícula

Folha de São Paulo (05/03/2006) - Extrato

 

UNE vende carteirinha para não-estudante 

Foram necessários R$ 60 e 17 minutos dentro da loja da Blockbuster da praça Charles Müller, em São Paulo, para duas profissionais da Folha, afastadas há anos dos bancos escolares, diga-se, receberem carteirinhas de estudante com seus números de RG e CPF e res-pectivas fotografias.

Os documentos vieram com a logomarca da União Nacional dos Estudantes (UNE), a assinatura do seu presidente, Gustavo Petta, e são garantia de um direito: o de pagar meia entrada em cinemas, shows e bilheterias de teatro. Também franqueiam acesso a descontos em 4.500 lojas.

A modalidade de carteirinha da UNE assim comercializada resulta de um convênio com a rádio Jovem Pan. No ano passado, inicial da parceria, foram vendidas 150 mil carteiras. Neste ano, a meta é 300 mil vendas, com faturamento bruto de R$ 9 milhões. Em cinco anos, prevê o plano de negócios, o objetivo é expedir 1 milhão.

Segundo o tesoureiro da UNE, o estudante de história da UFMT Rovilson Portela, 26, toda a operação corre por conta da Jovem Pan. “A gente só fiscaliza.” Para ceder o nome, UNE e Ubes recebem R$ 4 por carteira. Todos os custos operacionais correm por conta da rádio e de seus parceiros.

Segundo exibidores de cinema, o preço cheio do ingresso poderia ser reduzido em até 30% se a meia entrada fosse mais criteriosa.

Por ironia, a sede da Central de Intercâmbio fica na praça Charles Müller e é quase vizinha de porta da Blockbuster onde a Folha esteve. Procurados, representantes da Jovem Pan não foram localizados. 

Laura Capriglione
Copyright © 2013-2015. Todos os direitos reservados.