Belo Horizonte, 16 de dezembro de 2018.
Principal / A FIESP
A FIESP
E a última mentira de Dilma Rousseff

A respeito da redução de energia elétrica, faltou Dilma Rousseff e toda a mídia brasileira dizer que a partir de 2010 a FIESP realizou a campanha “Energia a Preço Justo”, ao constatar que as contas de luz mantinham uma parcela de amortização de investimenos de hidrelétricas indevida, e que a conta poderia ser reduzida em até 20%. A FIESP entrou com representação junto ao TCU contra o ministro das Minas e Energia e contra o presidente da Aneel. Em setembro de 2012, em cadeia nacional, a presidente Dilma anunciou a redução das tarifas, como se fosse um saco de bondades de seu governo. Em nenhuma ocasião a presidente ou a mídia se referiram à redução das tarifas de energia elétrica como uma vitória da FIESP e de todo o povo brasileiro. Já em plena campanha presidencial, Dilma Rousseff omitiu a verdade, ou seja, que as concessionárias estavam cobrando um preço indevido e resolveu “antecipar” o desconto antes que a Justiça assim determinasse. Aliás, nem Paulo Skaf, presidente da FIESP, em recente pronunciamento, lembrou o “esquecimento” de Dilma Rousseff.

Por que será?

Palavras-chaves: FIESP, mentira, Dilma, Rousseff, energia, luz, gasolina
Copyright © 2013-2015. Todos os direitos reservados.