Belo Horizonte, 16 de outubro de 2019.
Principal / Governo ignora protestos e libera R$ 400 milhões para estádio do “Lula”
Governo ignora protestos e libera R$ 400 milhões para estádio do “Lula”

E

m meio aos protestos contra, entre ou-
tras calamidades, o derrame de verbas públicas na construção de estádios para a Copa do Mundo, o BNDES resolveu tomar o rumo de contramão da vontade popular. O banco decidiu liberar R$400 milhões para a conclusão das obras do Itaquerão, que agora tem previsão de chegar ao final no início de janeiro de 2014.

O financiamento chegou a um impasse quando o Banco do Brasil, que seria o responsável pelo repasse, rejeitou as garantias propostas para o empréstimo. A Caixa Econômica então entrou no circuito e, estranha-mente, acatou as mesmas garantias recusadas pelo Banco do Brasil.

Faltava a aprovação da direção do BNDES para ratificar o financiamento, o que ocorreu exatamente no momento em que a população ocupa as ruas do país contra os gastos com a Copa do Mundo, apesar de a própria Fifa já ter sinalizado com a alternativa de realizar a abertura da Copa, até então marcada para o Itaquerão, em Brasília. O estádio já recebera aporte de R$420 milhões da Prefeitura de São Paulo, através de títulos repassados ao clube e à Odebrecht, encarregada de levantar o estádio corinthiano.

Assim como ocorre com o Maracanã e se deu com o Mineirão, a propriedade do estádio será repassada a uma entidade privada. Se no caso dos estádios carioca e mineiro os beneficiários foram consórcios privados, em São Paulo a inovação privilegia um clube, o Corinthians, que também recebe patrocínio milionário da Caixa, injustifi-cado à luz dos negócios, uma vez que o clube, assim como o Flamengo no Rio, também agraciado com o socorro da autarquia federal, tinha sérias dificuldades para obter no mercado privado um patrocínio master.

O estádio Itaquerão conhecido como “Lulão”, por causa do empenho do ex presidente em construir essa arena “goela abaixo”. E não esquecer do bilhão de reais liberados para o Sudão, Cuba, Venezuela e Angola, em prejuízo do nosso país, que são escondidos mediantes "decretos".

Veja video em: http://www.portali9.com.br/noticias/esportes/governo-ignora-protestos-e-libera-r-400-milhoes-para-estadio-do-lula

Copyright © 2013-2015. Todos os direitos reservados.